CHANCE DE CORTE DE JUROS PELO FED ATÉ SETEMBRO AVANÇA A 61,4% NO CME

Por Gabriel Bueno da Costa

São Paulo, 26/04/2024 – A possibilidade de o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) cortar os juros nos Estados Unidos até setembro crescia um pouco, após a publicação de alguns indicadores do país há poucos, entre eles o índice de preços de gastos com consumo (PCE, na sigla em inglês), medida de inflação preferida do Fed. No monitoramento do CME Group, esta chance avançava a 61,4%, com 38,6% de possibilidade de manutenção.

Detalhando-se as faixas para setembro, havia 38,6% de chance de manutenção na faixa atual (5,25% a 5,50%); 45,6% por corte de 25 pontos-base; 14,5% por redução de 50 pb; e 1,3% de corte de 75 pb.

Já para julho, a chance de manutenção estava em 63,5% e a de relaxamento, em 36,5%. Também neste caso houve leve avanço na possibilidade de algum corte.

Para dezembro, o monitoramento do CME ainda mostrava como cenário mais provável (38,4%) um corte de apenas 25 pontos-base em todo este ano; seguido (30,8%) por redução de 50 pb; por manutenção na faixa atual (17,6%); e por corte de 75 pb (11,2%), com chances bem menores de relaxamento ainda maior.

Contato: gabriel.costa@estadao.com

Fonte: Agência Estado-Broadcast+

Notícias Recentes

Dúvidas e Informações

Profissionais com vasto conhecimento em gestão empresarial e intermediação financeira.

Disclaimer

Aviso Importante

Política

De Privacidade

COMPROMISSO

Nosso compromisso é praticar gestão e atendimento com transparência, preservar o patrimônio do investidor, adotando o mais alto padrão ético de governança.

SELO ANBIMA

E2M Investimentos © 2023. Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Many Marketing